Essa é uma dúvida que vem logo quando os noivos decidem se casar. Qual a melhor data para marcar o casamento? Bom, essa é uma questão muito importante, pois afeta muitas coisa, inclusive na decoração, flores que irão escolher, pois tudo depende da temperatura de cada mês.

JANEIRO

É um mês pouco procurado para realização de casamentos.

Por isso, é mais fácil de marcar datas em igrejas e locais para eventos disponíveis. As temperaturas são altas e chove bastante. Deve-se investir em cerimônias noturnas e locais cobertos.

FEVEREIRO

Mês do carnaval e das flores tropicais. Ainda é época de calor e há pouca procura, por isso continua as vantagens econômicas. Mas devem-se priorizar os locais cobertos, pois é um mês que você pode ser pego de surpresa pela meteorologia.

MARÇO

Diferente dos meses anteriores, o mês de Março já é mais procurado, mas também chove bastante. É conhecido pelas águas de março. Noivas que sonham com a decoração de orquídeas devem aproveitar! O calor não é tão intenso, mas deve-se sempre ter um plano B para não se decepcionar com o tempo.

ABRIL

Sem chuva e com temperaturas amenas, é um dos melhores meses para noivas que sonham com o casamento ao ar livre. Porém, a procura é grande e os custos serão maiores.

MAIO

O Mês considerado mês das noivas, a procura é altíssima. O ideal é antecipar-se em pelo menos um ano para marcar a data. Todos os custos aumentam, desde a locação do espaço, flores, móveis e decoração da festa. Programe-se.

JUNHO

Por ser um mês mais gelado, a concorrência já diminui e com isso os custos também. É o mês das tulipas e as decorações ficam maravilhosas.

JULHO

Com o frio mais intenso, vale lembrar que no cardápio deve ser incluído comidas mais quentes. As flores desse mês são as hortênsias e copos de leite e as lindas tulipas. Deve se atentar ao modelo do vestido que irá escolher.

AGOSTO

O famoso mito de mês do desgosto faz com que a concorrência desse mês caia drasticamente. Então com isso é fácil de encontrar datas disponíveis e valores mais em conta. A flor em alta para esse mês é o copo de leite.

SETEMBRO

É a chegada da primavera, um mês bastante concorrido principalmente para as cerimonias ao ar livre. Muitas opções de flores para a decoração e os preços começam a subir novamente.

OUTUBRO

As flores estão mais lindas ainda, pois a primavera já chegando na metade. O clima é mais quente e o risco de chuvas amenas inspira casamentos na praia.

NOVEMBRO

As altas temperaturas e chuvas voltam a preocupar as noivas. Prefira locais cobertos para a festa de cerimonia. As flores do mês são as lavandas. Ideal para decorações delicadas.

DEZEMBRO

O 13 salario estimula muitos a casarem apesar das chuvas. O ideal é distribuir os convites com antecedência, pois é um mês muito propicio aos convidados viajarem.

Com isso fica mais claro a para decidir essa data tão importante. Levando em conta temperatura, flores e decoração.

Leia mais

Produzir qualquer evento seja ele, aniversário, casamento, corporativo não é
e nunca foi uma tarefa fácil, até chegar no dia do evento, tem muitos caminhos,
decisões a serem tomadas e além de tudo ter uma equipe organizada e eficiente.
Nada melhor do que uma pessoa ou equipe que tenha experiência no
assunto, que saiba de cor e salteado todo esse processo e os possíveis
contratempos no caminho.

Um evento corporativo bem organizado, gera ótimos reflexos na imagem e
sucesso da empresa. Por isso, ele deve ser feito com muito profissionalismo e
capricho para que os clientes tenham a melhor experiência na ocasião.
Antes de tudo, é muito importante entender o que um assessor realmente faz.
Ele acompanha todo o processo, desde o planejamento até a execução do evento.

● Organiza todo o cronograma
● negocia e conversa com todos os fornecedores
● soluciona todos os imprevistos que surgem.
● Ajudam na redução de custos desnecessários pela sua experiência.

PLANEJAMENTO
O assessor vai colher todas as informações necessárias, como qual o
objetivo do evento, público alvo, custos e quanto se está disposto a gastar o que
pode ser realizado com o valor em questão.


NO DIA DO EVENTO
O assessor acompanha todos os protocolos a serem seguidos, o cronograma
do evento, e resolver todos os imprevistos que aconteça.

Analisando todos os aspectos, vale muito a pena contratar o serviço de assessoria.
Produzir um evento não é nada fácil, e além de tudo facilita a vida de quem está
contratando.

Nós, Sandra Colin Eventos, te ajudamos nesta tarefa.

Entre em contato!

Sempre teve a dúvida em qual deles contratar para o seu evento?

Essa é uma dúvida que sempre pega muita gente, a real diferença entre esses três profissionais. Mas tudo depende do que quem está contratando realmente tem em mente, nós iremos esclarecer essa dúvida.

Primeiramente,

Assessor e Produtor de Evento são a mesma coisa, porém com nomes diferentes.

O que eles fazem?

Eles se encarregam desde o briefing até o pós-evento.

É o organizador que vai dar todas as dicas além de tomar as providências necessárias para que o evento saia perfeito, tanto na organização quanto na execução, incluindo a parte protocolar de cerimônia e seguimento de festa.

  • Briefing inicial para saber quais os desejos dos noivos;
  • Planejamento financeiro;
  • Analisa o que é possível realizar dentro do planejamento financeiro;
  • Busca de fornecedores conforme a necessidade dos noivos;
  • Cria o cronograma do evento;
  • Pede e verifica todos os itens que serão necessários para o casamento;
  • Avisa sobre datas e prazos;
  • Ajuda com dicas e opiniões, além de usar técnicas nos detalhes do casamento;
  • Auxilia e orienta a escolha dos noivos sobre papelaria, cores, temas da festa;
  • Faz o roteiro do evento, horários de entrega e desmontagem do evento;
  • Participa da montagem e organização física do evento;
  • Recepção e verificação de todos os itens entregues;
  • Cuida do bem-estar dos convidados;
  • Contagem de bebidas;
  • Condução dos fornecedores para que executem o melhor trabalho possível;
  • Condução de protocolos;
  • Qualquer providência pós evento.

Cerimonial

O que eles fazem?

Encarregam-se desde o briefing até a condução dos protocolos

o cerimonial cuida da parte protocolar da cerimônia e festa. pode dar dicas, acompanha em algumas decisões, mas não é responsável por nenhum serviço ou pela parte de execução dos profissionais contratados e também não é responsável por exemplo pela produção da decoração e do evento em geral.

  • Briefing inicial para saber quais os desejos dos noivos;
  • Indica fornecedores já conhecidos;
  • Esclarece etapas e providências a serem tomadas;
  • Monta um cronograma a ser seguido;
  • Ajuda com dicas e opiniões, para detalhes;
  • Verifica a montagem do evento;
  • Verificação dos itens entregues;
  • Contagem de bebidas;
  • Condução de protocolos.

E aí, entendeu a diferença entre cerimonialista, produtor, assessor e organizador de eventos?