Chegou a hora de escolher quem vai entregar as alianças no dia do casamento, mas não temos crianças na família. E agora? As daminhas e pajens são tradição mas não obrigação!

O mais importante é escolher aquela pessoa tão especial, para tornar esse momento mais especial ainda.

AVÓS

Então, muitas vezes os noivos escolhem os avós por exemplo, como uma forma de mostrar respeito e se sentirão muito queridos e homenageados pelo ato.

BICHOS DE ESTIMAÇÃO

Há quem não troque por nada o seu bichinho de estimação, então por que não colocá-los para fazer parte desse momento tão único, já que está presente todos os dias na vida do casal? Claro que ao optar por essa escolha, deve estar ciente de que pode haver imprevistos, assim como com as crianças.

O NOIVO!

Muitos casais optam pelo próprio noivo levar as alianças, sem que haja a necessidade de uma outra pessoa. E por que não? Já que nesse momento ele é a pessoa mais especial e para isso!

DAMINHAS E PAJENS

Daminhas fofas ainda são a preferência. Mas existem os meninos que deixaram a função de pajens para se tornarem “seguranças” das alianças. É uma maneira de homenagear essa figura tão querida sempre tão especial na vida de todos.

E aí? Alguém tem mais alguma ideia ?

Inspiração de para Altares para Casamento Já pararam para pensar a importância do altar na cerimônia do casamento? Pois é nele que acontece os maiores registros durante toda a cerimônia.

Por isso é o local que a decoração merece ser pensada com muito carinho, e ela vai depender muito do gosto dos noivos, se o casamento vai ser mais clássico, rústico, se vai ser ao ar livre ou em local fechado.

Tudo influencia! Por isso, resolvemos separar algumas lindas inspirações para te ajudar!

CLÁSSICOS

RÚSTICOS

ROMÂNTICOS

DESTINATION WEDDING

E então, qual é o seu estilo favorito?

Hoje, vamos dar dicas de decoração de noivado para você se inspirar para receber seus convidados nesse momento tão especial e alegre. Você não precisa seguir uma regra específica, mas o legal é ela ter elementos decorativos do casamento ou também ser algo totalmente inesperado.

A decoração é uma parte importantíssima de qualquer evento. É ela quem vai transmitir aos convidados a mensagem e a essência que você quer passar nesse dia tão inesquecível e especial. Ultimamente os noivos tem buscado eventos menos tradicionais e com mais significado, com elementos que realmente tornem esse dia mais informal e criativo!

Primeiro de tudo, você terá que definir o tema ou um estilo.

O legal é relacionar o estilo com a personalidade dos noivos.

Tropical

Uma ótima escolha para quando o noivado é no verão, a estação mais quente do ano. Com tons fortes e um utilizando muito os elementos como frutas frescas, tornam a decoração super alegre.

foto | Pinterest

Romântica

Decoração com tons suaves, flores em tons rosados ou branca, peças delizadas em tons de dourado. Além de mimos espalhados pelo ambiente, fica lindo também a mistura da madeira, para dar aquele aconchego e romantismo.

foto | Pinterest
foto | Pinterest

Rústica

Nesse estilo há uma grande opção de coisas a serem feitas. Velas suspensas, no centro de mesa, caixotes, que se tornam ótimos móveis para colocar enfeite, muitas plantas de diversos esilos e tons de cores.

Aposte nos Detalhes!

Aposte muito nos detalhes! Cada coisinha que você colocar ali, seja uma moldura para o fundo da mesa, fotos espalhadas, caixotes, pallets, enfim. Tudo isso irá trazer um charme super especial para a decoração

foto | Pinterest

E aí, gostaram?

O que é a grinalda?

Você já deve ter ouvido falar essa expressão: “Ela vai casar de véu e grinalda”. Escutou pois ambos são acessórios os mais tradicionais quando o assunto é casamento. O véu, como todos sabem, é um tecido que cobre parte da cabeça. Já a grinalda é o acessório que segura o véu na cabeça. Um acessório que até hoje é utilizado na maioria dos casamentos.

Ela é um clássico e deve ser pensado como um acessório, caso você escolha uma cerimônia na igreja, mais tradicional. Em casamentos modernos, ela é utilizada, mas de uma forma diferente.

Vamos mostrar algumas opções lindas para você se inspirar!

Grinalda de flores

A grinalda de flores que é mais utilizada em casamentos ao ar livre, modernos, em praias e no campo. Ela é bem bonita, dar um ar de suavidade, leve e romântico. Cai perfeitamente com vestidos curtos, leves, com cortes mais contemporâneos.

Foto | Pinterest

Modelos de grinalda

Os modelos mais comuns são o coroa e o de flores. Mas, você também vai encontrar variações desses modelos, também temos o famoso que forma uma espécie de auréola em torno da cabeça da noiva, principalmente se ela estiver de coque. Geralmente é confundido com uma tiara por terem a mesma utilidade que é segurar o penteado, esse acessório pode ser também considerado uma grinalda.

A dica é para escolher o modelo ideal: se for um casamento clássico, a coroa é a melhor opção. Já se for algo mais moderno e ao ar livre, grinalda de flores é o modelo perfeito. Caso escolha utilizar um coque, defina a em forma de auréola.

foto | Pinterest


foto | Pinterest
foto | Pinterest

Tudo vai depender do estilo da sua festa e cerimônia e de como vai utilizar os acessórios no contexto do casamento. Isso vale não apenas para a grinalda, como também ao colar, os brincos, pulseiras, anéis e até mesmo o sapato. Tudo precisa combinar de uma maneira perfeita, por isso preste bastante atenção antes de fechar o look por completo.

Você sabe qual o real significado da tradição do véu além de ser um acessório para compor a produção da noiva?

 

Então vamos lá, Na Grécia Antiga, o véu era usado como parte da veste feminina da nobreza, a protegendo de males naturais como o sol, vento e insetos. Durante a cerimônia de casamento, a noiva fazia questão do uso do véu por uma questão cultural, acreditando que estaria protegida de maus espíritos, infortúnios e possíveis admiradores.

Esta na dúvida de qual véu escolher para o grande dia?

Aqui vai algumas dicas!

  • O tradicional véu longo ou catedral

É o véu mais tradicional, geralmente mede de 2,5 a 6 metros de comprimento, é ideal para usar na cerimonia que não sejam ao ar livre, em locais fechados como igreja. São muito luxuosos.

  • Véu médio ou ponta de dedo

Esse véu é chamado dessa forma, pois geralmente ele bate na altura da ponta do dedo da mão da noiva que irá usa-lo. Pode ser usado tanto para casamento de dia quanto de noite. A única restrição é que a noiva não utilize vestido curto com esse véu.

  • Véu Cotovelo

È um véu mais curto, deve alcançar o cotovelo da noiva ou coincidir com a cintura. Pode ser usado com qualquer tipo de vestido menos, um vestido muito pomposa, de cauda, que não é o ideal para ele.

  • Voillets

São acessórios charmosos e autênticos. São mais informais, alguns cobrem metade do rosto, outros, cobrem por completo. São muito escolhidos para cerimonias durante o dia e são usados com vestidos curtos ou tomara que caia além de lindos, dão à produção da noiva um estilo mais vintage.

 
Foto | Pinterest

Essa é uma dúvida que vem logo quando os noivos decidem se casar. Qual a melhor data para marcar o casamento? Bom, essa é uma questão muito importante, pois afeta muitas coisa, inclusive na decoração, flores que irão escolher, pois tudo depende da temperatura de cada mês.

JANEIRO

É um mês pouco procurado para realização de casamentos.

Por isso, é mais fácil de marcar datas em igrejas e locais para eventos disponíveis. As temperaturas são altas e chove bastante. Deve-se investir em cerimônias noturnas e locais cobertos.

FEVEREIRO

Mês do carnaval e das flores tropicais. Ainda é época de calor e há pouca procura, por isso continua as vantagens econômicas. Mas devem-se priorizar os locais cobertos, pois é um mês que você pode ser pego de surpresa pela meteorologia.

MARÇO

Diferente dos meses anteriores, o mês de Março já é mais procurado, mas também chove bastante. É conhecido pelas águas de março. Noivas que sonham com a decoração de orquídeas devem aproveitar! O calor não é tão intenso, mas deve-se sempre ter um plano B para não se decepcionar com o tempo.

ABRIL

Sem chuva e com temperaturas amenas, é um dos melhores meses para noivas que sonham com o casamento ao ar livre. Porém, a procura é grande e os custos serão maiores.

MAIO

O Mês considerado mês das noivas, a procura é altíssima. O ideal é antecipar-se em pelo menos um ano para marcar a data. Todos os custos aumentam, desde a locação do espaço, flores, móveis e decoração da festa. Programe-se.

JUNHO

Por ser um mês mais gelado, a concorrência já diminui e com isso os custos também. É o mês das tulipas e as decorações ficam maravilhosas.

JULHO

Com o frio mais intenso, vale lembrar que no cardápio deve ser incluído comidas mais quentes. As flores desse mês são as hortênsias e copos de leite e as lindas tulipas. Deve se atentar ao modelo do vestido que irá escolher.

AGOSTO

O famoso mito de mês do desgosto faz com que a concorrência desse mês caia drasticamente. Então com isso é fácil de encontrar datas disponíveis e valores mais em conta. A flor em alta para esse mês é o copo de leite.

SETEMBRO

É a chegada da primavera, um mês bastante concorrido principalmente para as cerimonias ao ar livre. Muitas opções de flores para a decoração e os preços começam a subir novamente.

OUTUBRO

As flores estão mais lindas ainda, pois a primavera já chegando na metade. O clima é mais quente e o risco de chuvas amenas inspira casamentos na praia.

NOVEMBRO

As altas temperaturas e chuvas voltam a preocupar as noivas. Prefira locais cobertos para a festa de cerimonia. As flores do mês são as lavandas. Ideal para decorações delicadas.

DEZEMBRO

O 13 salario estimula muitos a casarem apesar das chuvas. O ideal é distribuir os convites com antecedência, pois é um mês muito propicio aos convidados viajarem.

Com isso fica mais claro a para decidir essa data tão importante. Levando em conta temperatura, flores e decoração.

Leia mais

Sempre teve a dúvida em qual deles contratar para o seu evento?

Essa é uma dúvida que sempre pega muita gente, a real diferença entre esses três profissionais. Mas tudo depende do que quem está contratando realmente tem em mente, nós iremos esclarecer essa dúvida.

Primeiramente,

Assessor e Produtor de Evento são a mesma coisa, porém com nomes diferentes.

O que eles fazem?

Eles se encarregam desde o briefing até o pós-evento.

É o organizador que vai dar todas as dicas além de tomar as providências necessárias para que o evento saia perfeito, tanto na organização quanto na execução, incluindo a parte protocolar de cerimônia e seguimento de festa.

  • Briefing inicial para saber quais os desejos dos noivos;
  • Planejamento financeiro;
  • Analisa o que é possível realizar dentro do planejamento financeiro;
  • Busca de fornecedores conforme a necessidade dos noivos;
  • Cria o cronograma do evento;
  • Pede e verifica todos os itens que serão necessários para o casamento;
  • Avisa sobre datas e prazos;
  • Ajuda com dicas e opiniões, além de usar técnicas nos detalhes do casamento;
  • Auxilia e orienta a escolha dos noivos sobre papelaria, cores, temas da festa;
  • Faz o roteiro do evento, horários de entrega e desmontagem do evento;
  • Participa da montagem e organização física do evento;
  • Recepção e verificação de todos os itens entregues;
  • Cuida do bem-estar dos convidados;
  • Contagem de bebidas;
  • Condução dos fornecedores para que executem o melhor trabalho possível;
  • Condução de protocolos;
  • Qualquer providência pós evento.

Cerimonial

O que eles fazem?

Encarregam-se desde o briefing até a condução dos protocolos

o cerimonial cuida da parte protocolar da cerimônia e festa. pode dar dicas, acompanha em algumas decisões, mas não é responsável por nenhum serviço ou pela parte de execução dos profissionais contratados e também não é responsável por exemplo pela produção da decoração e do evento em geral.

  • Briefing inicial para saber quais os desejos dos noivos;
  • Indica fornecedores já conhecidos;
  • Esclarece etapas e providências a serem tomadas;
  • Monta um cronograma a ser seguido;
  • Ajuda com dicas e opiniões, para detalhes;
  • Verifica a montagem do evento;
  • Verificação dos itens entregues;
  • Contagem de bebidas;
  • Condução de protocolos.

E aí, entendeu a diferença entre cerimonialista, produtor, assessor e organizador de eventos?